52-52: Para começar a ler HQ’s

Olá babys! Eu vou fazer esse post, para dar dicas de HQ’s legais, para você começar a ler. Estou fazendo ele, porque a Mari do Grupo do Desafio 52-52 pediu, porque algumas pessoas querem começar a ler HQ’s mas não sem por onde. Então, como eu também estou começando nisso e já estou apaixonada, quero compartilhar algumas HQ’s que eu li e me apaixonei e acompanho até hoje.
Primeiro, eu vou logo dizendo, eu não compro quase nenhuma HQ, se for para comprar é uma Graphic Novel, edição especial, ou um TWD bem baratinho de R$ 4,90 na banca só de enfeite. Mas o resto, eu leio TUDO no HQ Online, que é um ótimo site (Isso não é Jabá, eu curto o trabalho dos caras.) você pode ler qualquer HQ imaginável lá, então, não precisa gastar dinheiro #DicaDaDudaDoDia, e como eu leio lá, vou passar links de HQ’s que eu leio lá, mas se você quiser comprar, ou usar outro site, pode usar!!!


“São só essas Duda?” pode parecer pouco, mas para você acompanhar cada uma dessas HQ’s, tudo bonitinho, é meio complicado no começo, então não vou jogar um monte de HQ’s no colo de alguém que acabou de começar!!! Mas, como podem ver, são algumas, e eu escolhi as melhores (Eu te aconselho a começar por Batman o cavaleiro das trevas, porque ela é tão boa, que eu estou acompanhando na banca até :D) Então é isso pessoal, podem esperar que vai ter resenha, aqui e no blog, talvez eu comece amanhã, mas vamos ver!!! Beijos, e até a próxima!

Anúncios

Qual a sua casa de Westeros?

Quantos de vocês que assistem Game Of Thrones nunca teve aquela casa favorita? Muitos não? Então, eu sou uma de vocês, e a minha casa é Targaryen antes que me perguntem. 
Mas o porque eu escolhi essa casa, você saberão em outro post, nesse, eu vou te ensinar, os prós e contras e como escolher a sua própria casa de Westeros e fazendo uma boa escolha, porque afinal … The Winter is Coming.

  1. Você precisa acompanhar a série os os livros, porque se você não acompanhar, nunca vai saber qual é a casa que mais combina com você.
  2. Você não pode escolher a sua casa pelo seu personagem favorito, muitas vezes ele morre e você vai acabar sem casa no final.
  3. Escolha uma casa, que tem a ver com você, não adianta você escolher qualquer uma, ou escolher a que todo mundo escolhe, só para seguir a massa. Cof cof… Stark.
  4. Você não pode escolher uma casa só por alguém que você não gosta, mas também não pode deixar de escolher uma casa boa, só porque a maioria é babaca. Cof cof … Lannisters.
  5. Escolha uma casa forte, que ganha as batalhas, tem um bom histórico, não escolha uma casa fraquinha.
  6. Quanto mais pessoas, menos chances da casa acabar antes do tempo. Por exemplo, os Targaryen.
  7. Uma casa honrada, sempre consegue lidar com seus vassalos, e seus criadores melhores, como já disseram na série. “Não deixem eles morrerem por alguém que nem conhecem.” por isso, quem é amigo de quem luta ao seu lado, consegue um exército mais forte.
  8. Em falando em exército mais forte … Se tiverem apenas pessoas fracas, como vão conquistar o trono?
  9. Estatística, partindo para o lado mais “físico” da coisa, tem muitas estatísticas e apostas sobre isso.
  10. Pessoas inteligentes, fazem seu povo. Quanto mais “cabeças” no grupo, mais chances de ter uma forma/plano deles ganharem o trono.
  11. Um motivo muito importante, como a vingança de alguém, podem ser um motivo muito bom para eles tentarem pegar o trono.
  12. Se apegue a coisas física … Coisas de magia existem sim em Game Of Thrones, mas ninguém é apegado a isso … Ou seja … Não quer dizer que uma casa tem os melhores magos, ou feiticeiras ao seu lado, que quer dizer que vai ganhar só por magia.
  13. A casa muitas vezes, ao longo dos anos, vai trazendo consigo muitos rivais, então, quanto mais rivais, mais chances deles se fuderem um dia.
  14. Se uma casa, não tem uma estrutura descente, como ela vai conseguir comandar Westeros todinha?
  15. Pessoas fortes no poder, sempre vencem. É a leia da vida. Se a pessoa não consegue nem cuidar da sua própria vida pessoal, como vai comandar Westeros?
  16. Nunca ache que só porque são as principais casas, que eles vão ganhar, nunca se esqueça que o autor do livro adora matar os seus personagens favoritos.
É isso meus lindos, espero que vocês tenham gostado, eu provavelmente vou fazer mais posts desses, mas por enquanto a criatividade acabou! Beijos e até mais!

Tem vídeo novo no canal: Lista Literária #3

Olás meus queridos babys! Tudo bem com vocês? Esse é um post bem rápido, para dizer que finalmente saiu o vídeo de “Lista Literária #3” lá no vlog, sei que demorou muito, mas como já sabem, o meu carregador deu pau, mas já esta tudo bem agora, eu explico bem mais no vídeo. Quem acompanha o vlog, sabe que o Lista Literária, fala sobre todos os livros que eu li no mês anterior e as minhas metas para o próximo mês, nessa lista literária será de Outubro/Novembro, eu espero que vocês gostem, beijinhos.

Porque ler? #1

Já parou para pensar, o porque devemos ler? O porque você tem que ter esse costume, mesmo não gostando? É, eu parei para pensar isso, e acabei criando no vlog, uma série, que fala sobre isso! Atualmente ela já esta no episódio #3 e ainda faltam uns 10, mas esse post aqui é para falar e conversar com você, o porque você deve ler motivo #1. No vídeo, eu disse que o motivo seria “Quando você lê você viaja.” e é totalmente verdade. Quem nunca leu uma Utopia e queria loucamente entrar naquele mundo, ou queria ser um personagem, ter super poderes, ou começa a conversa com você mesmo, ou desejar ter tudo aquilo? Sim a maioria das pessoas que tem o costume da leitura e já leram uma Utopia, ou fantasia, já tiveram esse sonho. Mas porque temos isso com a gente? É porque esse é o dever do autor. O autor TEM que levar os seus leitores para um novo mundo, esse é o papel de um livro, fazer a sua mente flutuar, seus pensamentos desabrocharem, se isso não acontecer, abandone o livro e comece um novo!!! Mas isso também não quer dizer que é lei não é? Ou que o autor é ruim, sim, pode ser que ele seja ruim para você, que ele não consiga fazer você viajar e etc, mas as vezes, aquele tipo de história não faz você viajar, talvez a sua mente seja mais madura, por exemplo, um adulto não vai “viajar” lendo Chapezuinho vermelho, ou coisas do tipo, pode até viajar, mas para outro mundo tirando o do livro, pode começar a pensar no trabalho e etc… Agora, se ele ler um livro que mais se encaixa ao seu nível de imaginação, e o autor conseguir fazer isso, com certeza você vai viajar. 
Mas também não vamos colocar a culpa só no autor né? Podemos dizer, que quando uma pessoa, ela não se concentra na sua leitura, ela simplesmente esquece que está lendo um livro e então se desliga e não deixa o livro te levar. Então, para você ter essa sensação você precisa:

1- Se concentrar no livro. Com todas as forças.

2- Gostar do livro.

3- Gostar do autor.

É isso meus amores, se vocês gostarem desse post e quiserem assistir o vídeo, é só assistir aqui em baixo. Beijos e até mais!

[Resenha] A Culpa é das Estrelas, John Green.

 Olá meus amores, quanto tempo né? (Um dia). Hoje vamos fazer a resenha do livro “A Culpa é Das Estrelas” que já foi postada no vlog, se você prefere assistir uma resenha do que ler, é só você ir correndo para o final do post, aonde você vai ver o vídeo e espero que goste! Mas se você prefere ler uma resenha mais detalhada, com coisas a mais, eu te aconselho que você continue lendo esse post. Esse foi o meu primeiro livro do John Green apesar de já ter ouvido falar sobre ele várias vezes, sobre o livro em si, e sobre Cidade de Papel, Teorema Katherine, etc. Eu logo no começo no livro, ou até menos, só na sinopse atrás do livro, já sabia que seria uma leitura ótima. O John Green faz jus a tudo que falam dele, sua escrita é boa mesmo, a história foi bem construída  ele sabe como prender uma adolescente. Com a história de uma menina que foi diagnosticada aos 12 anos com Leucemia que se chama Hazel, John Green conseguiu deixar um romance bem água com açúcar, mas nada clichê, para a nova geração. Hazel, é uma menina normal, como qualquer uma, ela gosta de ler, escutar música, etc. Só tem um porém, o último parágrafo de sua vida, foi escrito após o seu diagnóstico. Eu particularmente não concordo com essa comparação que o autor fez, porque ela sabia que iria morrer. Eu discordo. Acho que o seu último parágrafo ainda não foi escrito, mas podemos dizer, que um dos parágrafos de sua vida, foram feitos pelas mãos de um menino que todas nós leitoras gostaríamos de ter. Augustus Waters, também conhecido como Gus mas para o final do livro, também teve câncer e por isso teve que amputar uma perna, mas nada o impede de querer mais e mais Hazel Grace. Os dois começam a viver juntos e conversar, após um encontro em um Grupo de Apoio, que por acaso, um dia Augustus foi graças a um amigo em comum. O livro vai te impressionar com a capacidade do ser humano de amar, mas que não aproveita isso na maioria das vezes. Juntos Augustus e Hazel vão enfrentar, fraquezas, metáforas e segredos necessários para a vida de ambus. Uma história comovente, mas que ainda precisa ser continuada. Como diz Markus Zusak o autor de “A menina que roubava livros” “Você vai rir, chorar e ainda querer mais.” e é a pura realidade. Eu necessito da continuação, preciso que minhas respostas sejam entregues e rápido. É isso, eu espero que vocês tenham gostado, até mais 😀

Desafio: 52 livros em 52 semanas.

   
Olás meus amores! Tudo bem com vocês? Quem acompanha a Página do Facebook, sabe que eu quero trazer muitas novidades para 2014 aqui no blog começando pelo lay novo (O que você está vendo agora.) que eu fiz em um dia, e gostei muito. Segundo será contato aqui nesse post.
Eu e a Laí linda do She Really Reads/Fake Reader somos parceiras vai fazer um mês, e ela teve a brilhante ideia de fazer esse desafio para começar 2014 bem! E obvio, eu apoiei total! Juntas nós vamos elaborar, colaborar, responder vocês, dar dicas, incentivar todos vocês, responder e-mails, publicar nossos avanços no youtube e blog, e claro, participar com vocês, passando tudo juntos (as).
Mas, vamos falar um pouco sobre o Desafio? Ele vai conseguir reeducar seus participantes, para que possam ter um ritmo de leitura melhor, aproveitando o mesmo da leitura, com uma frequência! O Desafio vai ser basicamente assim: A cada uma semana, você vai ler um livro, compartilhar conosco via e-mail,  post da Laí [CLIQUE AQUI!!!].
Mas Duda, como eu vou ler um livro por semana? Ótima pergunta meu querido leitor ou leitora, você vai se reeducar com seus próprios atos, no post da Laí, é explicado técnicas para você fazer essa reeducação e além disso, vamos conversar entre nós, vamos dando dicas pessoas para vocês também, se precisarem de ajuda, falem comigo, ou com a Laí.
As regras e todos os detalhes técnicos estão no post da Laí, então te aconselho a ler, que terão detalhes MUITO IMPORTANTES para você que quer participar. Eu farei um vídeo toda a semana, falando o livro que eu li e talvez lendo algum e-mail seu, quem sabe?
No final do ano eu e a Laí vamos nos programar e desenvolver um presente bem legal para as pessoas que conseguiram completar o desafio inteiro e a cada final de mês, as meninas que leram na semana, algum livro que eu e a Laí lemos, vamos fazer uma Hangout com elas, aonde vamos debater e falar sobre isso. 
Qualquer dúvida, pode entrar em contato conosco em qualquer rede social, youtube, twitter, facebook … etc. Sejam muito bem vindas!!! Ah e mais uma coisa, podem entrar em qualquer parte do ano ok? Os livros que vocês leram não importa a quantidade, vão ficar como conhecimento para vocês! Beijinhos.

Detalhes Adicionais:

 É necessário colocar o banner do seu blog, se quiser o código, é só copiar ESSE código e colocar na sua Sidebar.

O desafio vai começar exatamente no dia 1º de Janeiro, então preparem-se! 

Dúvidas de alguns participantes:  

“Podemos reler algum livro no desafio? Ou apenas livros que ainda não lemos?” – Luana Martins. R: Claro que podem, o desafio vai incentivar a todos a ter um ritmo de leitura mais rápido, e aproveitando cada parte do livro, sem presa e sem pular nenhuma parte, apenas se reeorganizando.

Preencha o Formulário para participar:

[Resenha HQ] Maus (Art Spiegelman)

Imagine você ter um Pai, que é sobrevivente do Holocausto, que tem várias histórias para contar e ainda pode ajudar na sua profissão de Desenhista de Quadrinhos? Essa era a vida de Art Spiegelman. Ele escreveu a Graphic Novel, mas no final do livro, ele se desenha, com vários jornalistas em volta, dizendo que ele queria se inspirar em alguém ou conscientizar o mundo ou algo do tipo, e ele claramente diz, que não é nada disso, que ele apenas queria retratar a vida do seu pai, tudo que ele passou fazendo esse quadrinho, e etc. Conseguiu retratar tudo isso melhor que qualquer outro livro que eu li até agora. Vladek seu pai, passou por muitas coisas, que geralmente não são retratadas em livros de Holocausto, como tortura, mortes e responde também muitas perguntas de pessoas que são interessadas nesse assunto. Você já percebeu que a maioria dos autores que falam sobre isso, se restringem, mesmo sabendo muito sobre! Pelo o menos os autores que eu li até agora. Fizeram eu perceber que não foi apenas morte que rolou nisso, rolou também maldades antes disso. 
   Os traços do autor, são compatíveis com o tipo de HQ sendo relatada, mas sem perder o ar de “Quadrinhos” trazendo assim, uma mistura entre um assunto sério e um quadrinho normal, representando os personagens sendo animais, sendo assim: Alemães sendo representados por Gatos, Judeus por ratos, Poloneses por porcos e Franceses por Sapos. Além de contar isso, e sem tirar o foco total da história, Art resolve expor sua vida e como foi a trajetória para a criação desse quadrinho, mostrando partes ruins e partes engraçadas, expondo realmente seu lado “humano” de toda essa obra. Com certeza o livro ganha 5 estrelas e a minha admiração eterna. Se quiser saber detalhes e curiosidades do livro, assista a resenha em vídeo a seguir: