Arquivo da categoria: Resenha

[Resenha] A Culpa é das Estrelas, John Green.

 Olá meus amores, quanto tempo né? (Um dia). Hoje vamos fazer a resenha do livro “A Culpa é Das Estrelas” que já foi postada no vlog, se você prefere assistir uma resenha do que ler, é só você ir correndo para o final do post, aonde você vai ver o vídeo e espero que goste! Mas se você prefere ler uma resenha mais detalhada, com coisas a mais, eu te aconselho que você continue lendo esse post. Esse foi o meu primeiro livro do John Green apesar de já ter ouvido falar sobre ele várias vezes, sobre o livro em si, e sobre Cidade de Papel, Teorema Katherine, etc. Eu logo no começo no livro, ou até menos, só na sinopse atrás do livro, já sabia que seria uma leitura ótima. O John Green faz jus a tudo que falam dele, sua escrita é boa mesmo, a história foi bem construída  ele sabe como prender uma adolescente. Com a história de uma menina que foi diagnosticada aos 12 anos com Leucemia que se chama Hazel, John Green conseguiu deixar um romance bem água com açúcar, mas nada clichê, para a nova geração. Hazel, é uma menina normal, como qualquer uma, ela gosta de ler, escutar música, etc. Só tem um porém, o último parágrafo de sua vida, foi escrito após o seu diagnóstico. Eu particularmente não concordo com essa comparação que o autor fez, porque ela sabia que iria morrer. Eu discordo. Acho que o seu último parágrafo ainda não foi escrito, mas podemos dizer, que um dos parágrafos de sua vida, foram feitos pelas mãos de um menino que todas nós leitoras gostaríamos de ter. Augustus Waters, também conhecido como Gus mas para o final do livro, também teve câncer e por isso teve que amputar uma perna, mas nada o impede de querer mais e mais Hazel Grace. Os dois começam a viver juntos e conversar, após um encontro em um Grupo de Apoio, que por acaso, um dia Augustus foi graças a um amigo em comum. O livro vai te impressionar com a capacidade do ser humano de amar, mas que não aproveita isso na maioria das vezes. Juntos Augustus e Hazel vão enfrentar, fraquezas, metáforas e segredos necessários para a vida de ambus. Uma história comovente, mas que ainda precisa ser continuada. Como diz Markus Zusak o autor de “A menina que roubava livros” “Você vai rir, chorar e ainda querer mais.” e é a pura realidade. Eu necessito da continuação, preciso que minhas respostas sejam entregues e rápido. É isso, eu espero que vocês tenham gostado, até mais 😀

[Resenha HQ] Maus (Art Spiegelman)

Imagine você ter um Pai, que é sobrevivente do Holocausto, que tem várias histórias para contar e ainda pode ajudar na sua profissão de Desenhista de Quadrinhos? Essa era a vida de Art Spiegelman. Ele escreveu a Graphic Novel, mas no final do livro, ele se desenha, com vários jornalistas em volta, dizendo que ele queria se inspirar em alguém ou conscientizar o mundo ou algo do tipo, e ele claramente diz, que não é nada disso, que ele apenas queria retratar a vida do seu pai, tudo que ele passou fazendo esse quadrinho, e etc. Conseguiu retratar tudo isso melhor que qualquer outro livro que eu li até agora. Vladek seu pai, passou por muitas coisas, que geralmente não são retratadas em livros de Holocausto, como tortura, mortes e responde também muitas perguntas de pessoas que são interessadas nesse assunto. Você já percebeu que a maioria dos autores que falam sobre isso, se restringem, mesmo sabendo muito sobre! Pelo o menos os autores que eu li até agora. Fizeram eu perceber que não foi apenas morte que rolou nisso, rolou também maldades antes disso. 
   Os traços do autor, são compatíveis com o tipo de HQ sendo relatada, mas sem perder o ar de “Quadrinhos” trazendo assim, uma mistura entre um assunto sério e um quadrinho normal, representando os personagens sendo animais, sendo assim: Alemães sendo representados por Gatos, Judeus por ratos, Poloneses por porcos e Franceses por Sapos. Além de contar isso, e sem tirar o foco total da história, Art resolve expor sua vida e como foi a trajetória para a criação desse quadrinho, mostrando partes ruins e partes engraçadas, expondo realmente seu lado “humano” de toda essa obra. Com certeza o livro ganha 5 estrelas e a minha admiração eterna. Se quiser saber detalhes e curiosidades do livro, assista a resenha em vídeo a seguir:

  

[Resenha] A Hospedeira (Stephenie Meyer)

Olá meus queridos! Hoje vamos fazer a Resenha um pouco diferente … Eu quero fazer um formato mais fácil e mais pratico tanto para que ler essa resenha, tanto para quem escreve (No caso, eu.). Eu estou passando por uma crise existencial no blog, estou achando que tudo tem que evoluir e com isso muitas coisas vão mudar, eu espero que consigam entender as minhas palavras e explicações, vou tentar resumir a história e meus comentários o máximo possível e ainda se você não entender, por favor, assista a Resenha em vídeo, que eu sempre faço no vlog (Links no final do post) e tudo ficara resolvido!!! 

O livro A Hospedeira é um dos livros da autora Stephenie Meyer, autora da saga Crepúsculo, muito conhecida entre todos nós, mas muito mais conhecia, por inventar universos paralelos ao nosso, e coloca personagens apaixonados (E apaixonantes) vivendo dentro deles. Em A Hospedeira, Stephenie abusou bastante de sua criatividade para criar um novo mundo, ela criou uma nova realidade humana, aonde todos nós temos que conviver com “Novas almas” mas em nossos corpos. Agora você me perguntar, como assim Duda? É basicamente assim, o mundo foi “invadido” por “alienígenas” e eles tomam os corpos de humanos, transformando-os em outros pessoas, mas em seus corpos. Mas ainda … ainda, quase nada esta perdido. Melanie uma das pessoas que foram violadas por esses inimigos não detectados e uma das sobreviventes, se encontra em um conflito com a “alma” da antiga dona de seu atual corpo. Ainda não entendeu? Eu explico melhor. Melanie, era uma menina comum, até essa invasão, nela foram introduzido um tipo de “alma” vamos assim por dizer, eu ser inserido essa “alma” seus corpos sofrem por mudanças drásticas, em seu corportamento, memória e sentimentos. Mas nesse caso não, Melanie se recusa a deixar o corpo, e continua seu duelo entre quem vai ficar com esse corpo. Ok, já conhecemos um pouco sobre o corpo de Melanie, e pelo o que ela esta sofrendo, mas e essas almas, como ficam? Sim, elas tem vida, elas tem um nome e também tem um passado. Nesse caso a alma que foi inserida em Melanie se chama “Peregrina” mais conhecida como “Peg”. Tudo bem até ai? Esta entendo um pouco sobre um dos 10 mundos  que a autora criou? Ok então, mas vamos complicar. Já não bastava tudo isso já ter passado, ainda Peg pode ver as informações e pensamentos armazenados no cérebro de Mel, e o que acontece? Peg descobre a localização do paradeiro do namorado e irmão de Mel, e envia um e-mail para a sua “chefe” vamos dizer assim. Nisso Mel/Peg vai para essa atual localização, aonde eles estão. Jared namorado de Mel, fica super bravo no começo, no livro vemos isso bem claro logo no começo, Jamie seu irmão sempre carinhoso e fofo. Mas então, conhecemos Ian  um humano, que se apaixona por nada mais e nada menos que Peg  sim, ele se apaixonada pela alma  no corpo de Mel e então o livro começa a pegar fogo.
   Uma história aonde você pode contar com 10 mundos  diferentes, de pessoas e seres diferentes, cada um com seu estilo, linguá (ou forma de se comunicar, tem alguns que não falam, emitem sons) você pode se esperar muito, uma história perfeita, e um Best Seller, mas acho que eu tenho um pouco de preconceito com os livros da autora. Acho que ela deveria ter focado muito mais nos mundos e na Mel e Peg, esse conflito todo, do que nos meninos e no romance, acho que é um pouco um gosto meu, prefiro ver a surrealidade, do que um amor, que podemos ver em todos os lugares (Praticamente não, mas a autora conseguiu transformar). Eu adoraria ver uma continuação desse livro, só que concentrado nos planetas, não sei algo contato somente dos outros planetas!!! É isso, espero que tenham gostado 😀


[Resenha] Fortaleza Digital (Dan Brown)

Nome: Fortaleza Digital
Páginas: 331
Editora: Sextante
Autor: Dan Brown
Tema: Ficção (Ou não? Hmmmm!!!)
Comentários: “Fortaleza Digital é o melhor e mais realísitico suspense tecnológico lançado em muitos anos. A habilidade de Dan Brown para tratar do conflito entre as liberdades individuais e as questões de segurança nacional é impressionante … Impossivel não ficar arrepiado a cada página.”
Aonde a Duda comprou: Eu comprei em um sebo e foi R$ 15,00
Avaliação: 10

Minha opinião: Não preciso comentar nada sobre o livro, é só você ler o nome do autor e já resume todo o meu sentimento. Obvio que sou super fã de Dan Brown, e amo demais todos os livros dele.

Fortaleza Digital é um livro de ficção que faz você pensar se isso é real mesmo, se ele se baseou em fatos reais para mostrar isso, se o livro é catálogado como “ficcticio” para não suspeitarem de nada, ou se é uma simples indireta. Nunca saberemos isso (Ou vamos?) mas devemos ter conscientimento de que o livro é ótimo. O livro conta histórias, e segredos da mais poderosa Agência de Segurança dos Estados Unidos, desvirando, e mostrando coisas que podem acontecer realmente com você, e você nem percebe (Para quem não sabe, o nome da empresa que estourou por ter espionado o mundo inteiro nos EUA foi NSA – o mesmo nome usado no livro -). No meio de toda essa confusão, assasinatos, pessoas dando a vida por algo de metal, ou até um super computador, vemos dois romances, como sempre Dan Brown adora fazer. Um livro para você ler até o final dos seus tempos, e sempre que for ler …

Boa leitura!!! E até a próxima 😀

[Resenha] Diário de um Banana (Rodrick é o Cara) – Jeff Kinney

Nome: Diário de um Banana (Rodrick é o Cara)
Páginas: 216
Editora: V&R editoras
Autor: Jeff Kinney
Tema: Infantil
Comentários: 
Aonde a Duda comprou: Eu comprei na revista de Avon, me julguem. Paguei R$ 9,90 em cada
Avaliação: 10

Minha opinião: Apesar de ser um livro infantil, e muita gente ter falado isso para mim, na rua, nos cursos e na escola, eu achei um livro perfeito, é o tipico livro, que é para crianças, mas se adultos lerem, vão ver um ponto diferente do livro! 

Pelo incrível que pareça, eu adoro todos os livros que eu já li de Diário de um Banana, falo isso para todos que todo mundo deveria ler, e cada um passa uma mensagem para o leitor, e a mensagem da vez, é sobre o irmão do Greg o Rodrick. Nesse livro, você vai aprender a lidar com aquele seu irmão mais velho chato, e a ver os pontos positivos de ter um irmão, também vai ver tudo de ruim que o Rodrick já fez com Greg, como ele se safava de muitas coisas que fazia, festas, travessuras e tudo mais. Você vai conhecer um pouquinho mais sobre o irmão de Greg, vai ver que ele tem uma banda de Rock. Mas o foco do livro principal é após a suas férias de verão, aonde Rodrick sabe um segredo que pode acabar com toda a vida social de Greg (Como se já fosse dificil de ter uma em sua idade) que pode acabar com todos os seus planos. E agora, o que será que o Greg vai fazer para tentar contornar essa história? Será que ele seria capaz de engolir alguns sapos por esse segredo? Quer descobrir? Então é só ler, e …

Boa leitura!!! Até a próxima!!!

[Resenha] Diário de um Banana – Jeff Kinney

Nome: Diário de um Banana
Páginas: 217
Editora: V&R editoras
Autor: Jeff Kinney
Tema: Infantil
Comentários: 
Aonde a Duda comprou: Eu comprei na revista de Avon, me julguem. Paguei R$ 9,90 em cada
Avaliação: 10

Minha opinião: Apesar de ser um livro infantil, e muita gente ter falado isso para mim, na rua, nos cursos e na escola, eu achei um livro perfeito, é o tipico livro, que é para crianças, mas se adultos lerem, vão ver um ponto diferente do livro! 

Diários de um banana, é um diário que conta a história de um menino, que não é tão popular assim, tanto na escola, quanto com as garotas, o nome dele é Greg Heffley, ele está na fase de pré-adolescência, e acha que tudo esta conspirando contra ele. Ele vive em uma família normal,  mas seu irmão Rodrick implica muito com ele, por ser mais novo. Ele e seu melhor amigo, sempre andam juntos, desde pequenos, mas mesmo seu melhor amigo sendo muito bobão, mesmo assim ele consegue ser muito mais social, e se dar bem com as meninas, muito mais que Greg. E esse primeiro livro da série (Que tem 7 atualmente) vai contar essa história de ciúmes que o Greg sente por seu melhor amigo, totalmente sem motivo! Hora porque ele é mais “sociável” e outra por apenas ciúmes. Coisas estranhas acontecem no livro também, como o alvo principal que é o “Toque do Queijo” apenas lendo para você entender o do porque ele é o alvo principal! 
   Greg também esta na fase de “gostar de garotas” aliás, ele sempre esteve, encanto todos os seus amigos, odiavam as garotas, ele ajudava elas e as defendia, mas parece que agora, nenhuma delas lembra mais disso.
   Uma história, que todo pai, quem não tem filhos, adolescentes, idosos e crianças deveriam ler, um ótimo livro!! As ilustrações são lindas, e super criativas!!!

Espero que tenham gostado, e boa leitura!!!

[Resenha] Poliana (Eleanor H. Porter)


Nome: Poliana
Páginas: 150
Editora: Nova Fronteira
Autor: Eleanor H. Poter
Tema: Romance (Eu não diria romance, mas ele é classificado assim, fazer o que?)
Comentários: 
Aonde a Duda comprou: Eu ganhei (Sim, mais um, puts) e não faço a miníma ideia de quanto foi!
Avaliação: 10 milhões.

Compre!!!
Saraiva: R$ 12,90 [www]

Minha opinião: Eu ganhei o livro, e sei lá, eu não senti a magia quando eu peguei ele na mão, e tals! Mas a amiga da minha mãe, falou que era um clássico (Que eu nunca ouvi falar) e eu li … Resumindo, eu estou apaixonada ❤  ❤

Uma menina de 10 anos, que é orfã de pai e mãe, vai morar com sua tia Paulina, uma mulher solteira e muito rica, severa, e que não é muito chegada a carinhos e nem a crianças. Mas o que ninguém contava com a chegada da pequena sobrinha da velha Poliana na mansão da tia, era que ela conseguisse mudar e conquistar toda a pequena cidade de Beldingsville, com o seu “Jogo do Contente” aonde vai conseguir com que até sua tia jogue o belo jogo, que seu pai criou para ela, após ela ter recebido muletas infantis ao invés de bonecas no Natal. Uma história de vida, um livro para ler, e crescer! Se quiser ser feliz com Poliana …
]
Boa leitura!!
*Veja também a ultima resenha do Blog Rainha Dos Livros: Dezesseis Luas
*PS: Estava sumida, porque estou super doente, me desculpem!