Filme: Hotel Transylvania

Quando eu era criança não assistia tantas coisas infantis como hoje. Porém, amadureci, e vejo que esses filmes infantis, que podem parecer bobinhos, tem sempre uma mensagem a ser passada.
Conde Drácula deu a sua palavra à Mavis, quando ela completasse 118 anos poderia sair para explorar o mundo. Mas tudo não passou de uma armação de seu pai para ela acreditar que os humanos eram ruins. Ao chegar na cidade montada por Drácula, Mavis é atacada por supostos humanos que tentam matá-la. Não passava pela cabeça da ‘jovem’ vampira que esses humanos eram monstros mandados por seu pai. Ela acaba acreditando e volta para casa desolada. Jonathan (humano) é um viajante que ouve a história da floresta assombrada e decide checar, acaba então encontrando o hotel. Chegando lá, Drácula não sabe o que fazer com o rapaz, e o disfarça de primo do Frankenstein e a desculpa é que ele ajudaria na organização da festa de aniversário de Mavis.
Drácula está sempre tentando dar um jeito para que Jonathan vá embora, porém, todos os monstros passam a gostar muito dele, e Mavis se apaixona. Após uma tentativa frustrada de fazer o rapaz ir embora, Conde Drácula o convida para conversar em uma sala, e lá Jonathan reconhece o quadro de Lady Lubov e conta uma lenda sobre ela. O Conde conta então a verdadeira história.
Lady Lubov é mãe de Mavis, e a falecida esposa de Drácula. Ela morreu depois que humanos colocaram fogo no castelo onde eles moravam por odiarem vampiros. E então entendemos porque o Conde é tão protetor.
A figura do pai super protetor representada por Conde Drácula é mais que real. Muitos pais tentam proteger seus filhos do mundo o máximo que eles conseguem. E quando esses protegidos saem para ver o mundo, algumas vezes, acabam se tornando as pessoas que temem o desconhecido. Pessoas que criticam e não aceitam o diferente, sem nem ao menos conhecê-lo.
  
O filme nos mostra que temos que aprender a lidar e respeitar o diferente. O que é diferente pode ser bom, e ruim também, claro. Mas não devemos generalizar, e fazer um julgamento com base na atitude de uma única pessoa. 
Adorei esse filme, é super engraçado, e um pouco dramático ao mesmo tempo. Me apaixonei pela família de lobos. Recomendo que assistam.
Anúncios

3 ideias sobre “Filme: Hotel Transylvania

  1. Renata Pereira

    Eu vi esse filme e amei!
    Pra mim não importa se é “infantil” ou não, como curto muito filme, vejo tudo,dede que tenha uma boa história.
    As vezes até acho que muitos filmes tachados como infantis tem mais histórias bacanas e mensagens para adultos… UP, Monstros SA, Procurando Nemo eu não considero por exemplo tão infantis assim

    Realmente amei a mensagem de amar o “diferente”
    bjs

    Resposta
  2. Alex Ribeiro

    Eu já assisti esse filme e gostei muito, adoro filmes de animação, acho que são do melhor tipo, sempre passando uma mensagem que não tínhamos parado pra pensar antes, como amizade, confiança… Além é claro de fazer rir e muito 😀

    Adorei o blog, já estou seguindo 🙂

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s